O que fazer se arrepender do financiamento do imóvel? Dá para cancelar?

Depois de assinado um contrato de financiamento com a Caixa e surgir algum imprevisto, é possível cancelar o contrato e desfazer o financiamento ou isto não é possível de fazer?

» Página Inicial

O arrependimento é uma atitude bastante normal e que acontece com todas as pessoas com alguma coisa na vida. Arrependemos de ter comprado algo, de ter ido a algum lugar, de ter feito algo e assim por diante. Portanto não é de estranhar que alguém também se arrependa de ter feito um financiamento.

Cancelamento do contrato

Contudo quando o assunto é financiamento significa que você assinou um contrato e não poderá cancelar este contrato, ou seja, não dá para desfazer dele tão simplesmente. O problema aqui é que existe um imóvel que está sob sua responsabilidade e o mesmo serve de garantia junto ao banco para ser leiloado em caso de não pagamento das prestações.

Quitação do imóvel

O que acontece nesses casos é que será necessário fazer a quitação do financiamento para dar fim a ele, afinal um imóvel foi comprado e pago com o dinheiro da Caixa e portanto é necessário restituir este valor. O caminho mais correto neste caso e você vender o imóvel e com o dinheiro da venda quitar o débito junto a Caixa e ficar com o restante. Isto é possível.

Parar de pagar as prestações

Um erro que alguém poderá cometer é de parar de pagar as prestações imaginando que assim o contrato do financiamento será cancelado. Na verdade se você agir assim, a Caixa irá levar o seu imóvel a leilão e nesses casos ele poderá ser vendido por um valor muito baixo e aquilo que você pagou poderá perder tudo, além de não conseguir quitar todo o débito com o banco, portanto não é o melhor caminho.

Dicas úteis sobre contrato de financiamento

Como todo contrato, ele deve ser lido e analisado se você está ou não de acordo com as cláusulas dele. Infelizmente o contrato da Caixa e dos bancos que fazem financiamento de imóveis, são unilaterais, isto é, ele é elaborado por apenas um dos lados e portanto você não pode negociar com o banco as cláusulas do contrato, logo cabe apenas a você aceitar ou não.

Pense bem se você está mesmo disposto a enfrentar um financiamento habitacional de longo prazo. Creio que boa parte das pessoas que tentam cancelar o contrato ocorre por não levar muito a sério esta questão. Muitos estão preocupados com o momento e esquece que este contrato irá durar boa parte da vida deles. Isto pode levar muitos a se arrepender de terem feito um compromisso tão longo.

Não comprometa aquilo que não pode pagar. Existem casos de pessoas que forjam a declaração de renda para poder provar para a Caixa que tem uma boa renda para conseguir financiar, mas depois pode ter problemas para honrar o compromisso financeiro. Não é a toa que os bancos não aceitam você comprometer mais de 30% da sua renda familiar mensal com o pagamento das prestações. Portanto, seja honesto com você mesmo e assim não precisará se preocupar o o cancelamento do contrato do financiamento de sua casa ou apartamento.

Se houver dificuldades de pagar as prestações

Neste caso a primeira coisa a fazer é procurar a Caixa, se houver prestações em atraso, procure renegociar esses valores e tente manter em dia. Não sendo possível, converse com o gerente da Caixa e explique sua situação. ele irá orientar da melhor maneira possível sobre os rumos a ser tomado.

Há desconto para quem quita antecipadamente?

Desconto não, mas é preciso entender melhor isso. Quando você quita o financiamento, não é considerado o valor das prestações, ou seja, se você pegar todas as prestações restantes e multiplicar pelo valor delas, chegará a um montante muito alto e não é isso que você deve para a Caixa. O que você deve é o que consta no saldo devedor que neste caso será o valor inicial do financiamento – as amortizações ou as prestações que já pagou + algum possível reajuste anual.

Então no caso de quitação você irá pagar apenas o saldo devedor que sempre é atualizado quando você faz um pagamento e ele é informado nos extratos que a Caixa envia constantemente a você.

Compensa quitar?

Sim, compensa. Se você tem como fazer isso, vale a pena sim fazer a quitação, pois ficará livre da dívida, não pagará mais juros e terá a liberação da Caixa para transferir o imóvel para o seu nome sem a alienação do financiamento.

Precisamos considerar que em um financiamento habitacional de longo prazo você paga muito por juros que estão embutidos na prestação mensal. Lembro de quando financiei a minha casa e ao avaliar o que eu estava pagando mensalmente cheguei a conclusão que praticamente dois terços do valor da prestação era juros e portanto quando mais rápido você quitar, menos irá pagar.

Algumas considerações:

Ao quitar o financiamento, o valor que você irá pagar é o saldo devedor que é atualizado mensalmente de acordo com os pagamentos que você faz. Geralmente o saldo devedor vem especificado no demonstrativo mensal que a Caixa envia, ou pelo menos enviava.

Se você não pode quitar o financiamento, poderá amortizar a dívida, o que já é uma boa opção. Salvo engano o seu saldo do Fundo de Garantia poderá ser usado a cada dois anos para amortizar parte da dívida contraída em um financiamento habitacional com a Caixa. Verifique esta possibilidade e se ela se aplica ao seu caso.

Quanto maior a taxa de juros, mais ela irá comprometer o valor da prestação. Portanto tentar conseguir taxas mais baixas é importante para pagar menos com juros.


 
Veja também: