Vale a pena fazer um balcão integrado com a pia na cozinha?

Será que vale mesmo a pena fazer um balcão de pedra integrado com a pia na cozinha de forma que quando a pia termina continua no balcão dando a impressão de uma extensão da pia?

 

A ideia de criar uma pia integrada com balcão na cozinha é uma alternativa que precisa ser avaliada sobre alguns aspectos para então tomar a decisão se é a melhor estratégia ou não. Embora ela esteja bastante na moda atualmente e faça parte do planejamento de uma cozinha, é possível considerar que na maioria dos casos é uma boa alternativa por proporcionar mais espaço e integração na cozinha.

Vantagens

Acredito que é a principal vantagem dessa abordagem é o fato de você ganhar espaço, pois é comum a pia ser sobrecarregada de objetos e ainda faltar espaço, mas quando você tem um balcão estendendo o espaço da pia então você ganha bastante espaço para o uso de objetos e dá uma ideia de amplitude maior também na cozinha.

Desvantagens

Não acredito que exista desvantagens de fazer esse tipo de coisa, o que precisa ser considerado é se a cozinha tem espaço suficiente para fazer isso, pois quando ela for muito pequena talvez o ganho que você terá ao introduzir um balcão seja muito pequeno. Mas mesmo assim vale a pena uma avaliação e qualquer espaço que você ganhar além da pia pode ser útil.

Não chega a ser uma desvantagem mas você tem um espaço maior também para acumular coisas e portanto exige maior organização e manutenção para evitar que você tenha um balcão extremamente bagunçado. Isso tem isso ter a ver com a organização que você terá de empregar na cozinha, bem como em toda a casa.

Custo

O custo de fazer um balcão não é tão alto como alguns podem imaginar, na minha casa eu gastei aproximadamente R$ 1.350.00 para fazer a pia de todo o balcão de pedra que juntos devem somar aproximadamente metros. Naturalmente que se você comprar apenas a pia separada e pronta ela será bem mais barata do que isso, mas é preciso analisar o custo benefício que este procedimento pode trazer.

 


Veja também

2015-2016 | Financiamento e Construção | Política de Privacidade | Em Jesus nós confiamos