Vale a pena comprar uma casa financiada?

Será que a decisão de comprar uma casa financiada pela Caixa ou outro banco é uma decisão acertada ou não vale a pena assumir uma responsabilidade dessas, uma vez que o financiamento é longo?

 

Esta é provavelmente uma pergunta que muitas pessoas podem fazer antes de decidir se devem comprar ou não uma casa com financiamento da Caixa ou de outra instituição financiadora. Talvez a grande preocupação seja o longo prazo para o pagamento das prestações, afinal hoje é possível financiar em até 420 meses ou 35 anos. 35 anos é quase uma vida e se pensarmos bem chega a ser desanimador assumir um compromisso por tanto tempo assim.

Vale a pena comprar uma casa financiada ou pagar aluguel?

Por outro lado existe o problema do aluguel que é a alternativa que as pessoas tem quando não tem uma casa para morar. Se o problema do financiamento for o longo prazo para pagamento, muito pior é o aluguel, pois as prestações um dia cessarão, mas o pagamento de aluguel não. Então olhando por este lado parece não ser tão ruim a ideia de assumir um longo compromisso com as prestações.

Eu comprei uma casa em 2009 e tive que fazer o financiamento dela. Lembro que no dia que assinei o contrato com a Caixa, a gerente disse que embora os prazos para pagamento fossem muito longos, em média em 10 anos as pessoas costumam quitar o financiamento. Eu quitei em mais ou menos 2 anos, embora tenha feito isso por ter vendido a casa.

Acho que vale a pena comprar uma casa financiada quando você não tem outra alternativa de moradia a não ser o aluguel. Entre aluguel e prestação, eu prefiro o último, já que em muitos casos a diferença entre eles não tão grande.

Entre os pontos que você precisa analisar para concluir se vale a pena ou não, eu destaco os seguintes:

A conclusão é que a decisão de financiar ou se vale a pena ou não comprar uma casa financiada dependerá de muitos fatores que vão muito além daquilo que você irá pagar por mês. É preciso pensar em médio e longo prazo para não correr o risco de tomar uma decisão precipitada.

 


Veja também

2015-2016 | Financiamento e Construção | Política de Privacidade | Em Jesus nós confiamos