Um autônomo pode fazer Construcard? Como comprovar a renda?

Como um profissional autônomo ou aquele que trabalha por conta própria poderá comprovar renda para fazer o cartão Construcard da Caixa para a compra de materiais de construção?

 

Um dos importantes pontos que deve ser observado por qualquer pessoa que deseja contratar um financiamento qualquer e a sua capacidade de pagamento. Evidentemente que a primeira pessoa que deve-se preocupar é você, mas o banco financiador também tem essa preocupação e por isso eles fazem a análise baseado na renda que a pessoa tem e assim eles concluem se aquela pessoa poderá pagar as prestações do financiamento ou não.

Comprovante de renda

Desta forma é necessário apresentar um comprovante de renda, além é claro de outras documentações. Isto inclui o processo de contratação do Construcard que é o cartão da Caixa destinado a compra de materiais de construção e reforma. Este comprovante precisa ser formal, isto é, não pode ser um documento qualquer feito por você mesmo, como um a simples declaração.

Como um autônomo compra renda para a o Construcard

Quando uma pessoa trabalha de forma assalariada é fácil fazer a comprovação de renda pois ela tem o holerite que é documento formal que diz quanto ela ganha por mês, mas no caso de trabalhadores autônomos ou aqueles que trabalham por conta própria é mais complicado pois eles não têm holerite.

No caso de trabalhador autônomo outras formas de comprovação de renda pode ser usada e uma delas é a declaração do importo de renda, que a meu ver a mais correta e mais confiável para você e também para o banco. Quando fiz o meu cartão Construcard eu usei a declaração de imposto de renda de pessoa física e portanto é uma forma prática e segura para este fim.

Outras formas de comprovação

Dependendo de como este trabalhador autônomo trabalha e de como é feita a remuneração, bem como a documentação dessa remuneração, outras formas podem ser usadas, especialmente quando o trabalho for bem documentado junto a contabilidade. O documento contábil formal e de acordo com a lei também pode ser usado e o banco não recusa. Converse com o seu contador sobre isso, caso seja o seu caso.

 


Veja também

2015-2016 | Financiamento e Construção | Política de Privacidade | Em Jesus nós confiamos