Qual o valor por m/2 que o pedreiro cobra para construir?

Geralmente os pedreiros calcular um custo de construção de uma obra baseando se no valor por metro quadrado, mas quanto eles cobram em média por metro quadrado para construir uma casa?

» Página Inicial

A resposta dessa pergunta vai variar bastante de região para região do país, também do tipo de profissional que você está contratando, conta também tipo de obra que será feito já que algumas têm custo por metros quadrados mais elevado do que outras. Então eu consideraria esses três aspectos antes de falarmos de valor que o pedreiro ou o mestre de obras cobra para construir uma casa.

Região

Sabemos que as grandes capitais tendem a ter um custo mais elevado em praticamente tudo, isto não é diferente no que diz respeito ao custo da mão de obra dos profissionais que trabalham na construção civil. Então é possível que nas capitais e grandes cidades o preço cobrado por eles sejam mais altos.

Normalmente nas grandes cidades o custo para locomoção de pessoas é bem maior do que em cidades do interior de pequeno e médio porte. Esse custo de locomoção de pessoas, máquinas e outros implementos para a construção civil pode de alguma forma também elevar o custo da mão-de-obra. Deve se considerar ainda uma maior demanda por esse tipo de profissional, e sabemos que onde a demanda é maior o custo também tende aumentar, logo não é de estranhar que em grandes cidades é possível que o custo da mão-de-obra para construção civil também seja um pouco mais elevada.

Tipo de profissional

Aqui também temos que considerar que há pedreiros para todos os tipos de construção, alguns são especializados em fazer obras de alto padrão e normalmente cobra mais caro do que aqueles que fazem construções mais simples.

Existem pedreiros especializados em certas coisas, como só alvenaria, colocação de pisos, entre outros. Quando a pessoa tem uma exigência muito grande pelo resultado final da obra, geralmente ele contrata vários profissionais, cada um em sua especialidade, como pedreiro, azulejista, carpinteiro, encanador e por ai vai.  Neste caso o custo também é maior, mas quando você contrata aquele pedreiro que faz tudo, o custo tende a ser menor.

Por outro lado, existe o pedreiro generalista que aquele que faz tudo ou quase tudo. Normalmente este é um profissional tende a ser um pouco mais barato, embora não seja necessariamente um especialista em tudo. Mas antes de você achar que este profissional não é muito procurado, é preciso levar em conta que muitas pessoas preferem esse tipo de profissional, não apenas pelo custo, mas também por concentrar em uma única pessoa ou em uma equipe pequena todas as funções da construção da casa. Lidar com muitas pessoas diferentes é uma dificuldade grande e então se você consegue concentrar em uma pessoa ou um grupo menor, a administração da obra tende a ser mais eficiente.

Tipo da construção

Uma casa térrea, por exemplo, tem um custo por metro quadrado diferente de um sobrado, também deve se considerar a dificuldade de execução da obra, como a localização, topografia do terreno e exigências quanto a própria estrutura da mesma. Todos esses fatores podem influenciar no curso que você terá por metro quadrado de mão de obra com pedreiro ou mestre de obras que será responsável pela execução do projeto.

Eu construí minha primeira casa recentemente no interior de São Paulo e por aqui os pedreiros têm cobrado de 250 a 500 reais o metro quadrado, dependendo dos fatores acima mostrados. Eu construir minha casa e depois de pronta o custo por metro quadrado com mão de obra ficou em torno de R$ 360,00, mas um vizinho que está prestes a construir me disse que o seu pedreiro cobrar algo em torno de R$ 500,00 ou R$ 550,00 o m/2. Contudo ele é um excelente profissional e com uma qualidade impecável, sendo informações deste vizinho.

Em 2015 construí uma segunda casa e nesta contratei uma empreiteira. O valor por metro quadrado com esta empreiteira ficou próximo de R$ 420,00. Eles me entregaram a casa quase pronta, faltando apenas a parte elétrica e pintura, sem contar é claro os materiais planejados como pia, armários, churrasqueira, janelas de vidro, entre outros que são feitos a parte mesmo.

Tipos de contratação de mão de obra

Existe basicamente três formas de você contratar u pedreiro para fazer sua casa: por dia, por empreita ou por etapas da construção. Vou explicar um pouco sobre cada uma delas.

Por dia

Neste caso você contrata o pedreiro e paga o valor por dia, ficando sob sua responsabilidade a administração do serviço. É ideal para pessoas que não tem pressa para fazer a construção ou não tem dinheiro para fazer tudo de uma vez só. Você pode contratá-lo até para dias específicos, como as sábados, por exemplo.

Este tipo de contratação é mais comuns em construções pequenas ou quando a pessoa que vai construir tem pouco dinheiro e quer fazer a obra de maneira regrada. Assim, ele vai contratando de acordo com a disponibilidade financeira do momento.

Por empreitada

Neste caso você empreita a obra toda para ele fazer, é feito um contrato onde deverá ser especificado o valor que você pagará e como será feito o pagamento, bem como o que ele fará em termos de serviço e o que não estará incluso. Esta é uma das formas mais comuns, sendo que o valor que é cobrado, leva-se em consideração a metragem da obra multiplicado pelo valor do metro quadrado que aquele profissional ou empreita costuma cobrar.

Acho que é o modelo que faz mais sentido e nas duas casas que construí, foi desta forma que fiz a contratação da mão de obra. Assim, você tem um planejamento melhor da construção, como a compra de materiais de construção e contratação de serviços complementares.

Por etapa

Esta é também uma forma bastante comum e normalmente são definidas as etapas da construção como alicerce, alvenaria, telhado, reboco, pisos e revestimentos, acabamento e outros. Assim você contrata para fazer etapas específicas. Não é um modelo muito interessante, exceto quando você deseja contratar profissionais diferentes para cada etapa, como explicado neste artigo.

Faz sentido quando houver alguma limitação financeira, por exemplo. Assim, você faz o planejamento de construção de uma etapa e concluí ela. Depois, quando houver mais recursos, faz a seguinte e assim por diante.


Veja também: