Cozinha grande ou pequena e integrada com sala de jantar?

Qual é a melhor estratégia para a construção de uma cozinha: fazer uma cozinha grande que atenda todas as necessidades ou fazer uma cozinha pequena integrada com a sala de jantar e à sala de estar?

 

Esta é uma boa pergunta e certamente a resposta pra ela deve vir no projeto da sua casa como um todo. Cada uma das abordagens precisa responder a questões pontuais e do ponto de vista de quem pretende morar ali. Existe algumas tendências atualmente quanto ao tamanho da cozinha e à integração dela com outros cômodos, mas não é possível afirmar com certeza qual é o melhor sem levar em consideração as particularidades de cada projeto.

Cozinha grande

A ideia de uma cozinha grande que atendesse todas as necessidades foi muito comum no passado onde você tinha além do fogão, geladeira, pia, entre outros objetos tradicionais de cozinha, também a mesa de jantar onde era possível cozinhar e servir as refeições dentro da própria cozinha em um único ambiente. As casas mais antigas refletem bem esta ideia e à cozinha era um ambiente único para preparar as refeições e também para serem servidas.

Cozinha pequena

Visite um apartamento decorado em um empreendimento tradicional e você perceberá que as cozinhas estão cada vez menores e parece que isto é uma tendência em muitas situações. Parece que o consenso atual é de que a cozinha deve ser para cozinhar apenas e as refeições devem ser servidas na sala de jantar que deverá estar integrada à cozinha. Este é o pensamento comuns que encontramos nas novas construções, sejam elas de casas ou apartamentos e esta divisão de espaço é cada vez mais forte nos projetos arquitetônicos.

Cozinha americana

Mas existe outro conceito que é a cozinha americana, onde a cozinha é a sala de jantar e de estar estão integradas em um único cômodo havendo um balcão de separação apenas entre a área de preparação dos alimentos e à sala propriamente dita. Esta é outra tendência muito forte por aqui também. Este tipo de cozinha agrada a alguns e desagrada a outros.

Portanto, entre as três abordagens, creio que as duas últimas sejam as mais comuns em novas construções. Eu optei pela segunda abordagem quando construí a minha casa, já que minha esposa não gostou da experiência de cozinha americana.

 


Veja também

2015-2016 | Financiamento e Construção | Política de Privacidade | Em Jesus nós confiamos