Como funciona o financiamento de imóveis da Caixa?

Veja quais são as etapas do processo de financiamento de uma casa, apartamento ou outro tipo de imóvel na Caixa. Veja como funciona cada uma dessas etapas para o vendedor e comprador.

 

Comprar ou vender um imóvel com o uso de financiamento habitacional da Caixa é uma modalidade de negócio que cresceu muito nos últimos anos graças ao melhor momento que a economia brasileira vive e o grande déficit de moradia que havia e ainda há no Brasil. Como eu já comprei e também já vendi imóveis com recursos de financiamento, gostaria de explicar como funciona este processo ou pelo menos foi assim que aconteceu quando realizei essas operações.

Escolha do imóvel

A primeira coisa a fazer é encontrar o imóvel que você deseja comprar, pois o financiamento dependerá disso. Você poderá procurar uma casa ou apartamento por conta própria ou de empreendimentos criados para fins de venda via financiamento.

Juntar documentação

Depois de encontrado o imóvel desejado é necessário juntar toda a documentação necessária para ser enviada a Caixa. Neste caso é necessário documentos do(s) comprador(es), do(s) vendedor(es) e também do imóvel. Geralmente são documentos pessoas, como CPF, RG e comprovante de endereço. O comprador precisa ainda do comprovante de renda. O imóvel precisa de uma matrícula atualizada que é obtida no cartório de registro de imóveis.

Submeter o pedido a Caixa

Com todos os documentos em mão é necessário fazer o pedido do financiamento junto a Caixa. Você poderá fazer isso diretamente em uma agência ou através dos correspondentes da Caixa que geralmente são empresas imobiliárias. Acredito que esta última opção seja mais viável já que eles poderão fazer diversas orientações sobre documentação e os processos seguintes.

Aguardar o processo de análise

Depois que o pedido foi feito e que toda a documentação esteja na Caixa não há nada a fazer a não ser esperar. O tempo para esta análise pode variar bastante, indo de algumas semanas e alguns meses. O que eles irão fazer é consultar situação de crédito, Banco Central, Receita Federal e outros que julgarem necessário. Quem compra não pode ter pendência nenhuma nesses órgãos e quem vende geralmente também não. O imóvel também é analisado, desde a documentação e possíveis pendências que ele tenha, como débitos nos órgãos públicos até a avaliação física do próprio imóvel. Se uma casa não apresentar condições físicas de ser financiada, provavelmente o pedido será negado.

Assinar o contrato

Depois de tudo analisado e estando tudo certo, comprador(es) e vendedor(es) serão convidados a irem à Caixa ou à empresa que é correspondente autorizada da Caixa para a assinatura do contrato que passará a valer a partir daquela data.

O vendedor não receberá o dinheiro do financiamento neste dia, isto só irá acontecer depois que for registrado em cartório, o que normalmente leva uns 30 dias. O comprador terá de pagar os custos do processo como o registro do imóvel, ITBI que é um imposto de transferência de imóveis e outros custos. Normalmente o comprador gasta com isso uns 5% do valor do imóvel.

 


Veja também

2015-2016 | Financiamento e Construção | Política de Privacidade | Em Jesus nós confiamos